Início > Sem categoria > “e começaram a roer o edifício”

“e começaram a roer o edifício”

Manifestação em  Maceió

Manifestação em
Maceió

estamos indo às ruas. lá, nós, tão distintos, assemelhamo-nos. lá, dizemos que não aceitamos o aumento no valor das passagens de ônibus, mas o fazemos como quem diz:

 

 nosso transporte público, como tudo que no Brasil leva essa adjetivação, não leva em consideração nossa dignidade. transportes, escolas, postos de saúde… em todas essas instâncias, somos agredidos e chamados de burros, inertes, indignos.

 

Pia do banheiro em escola do município de Boca da Mata

 

visitemos uma escola pública e procuremos o banheiro dos alunos: em geral, são fétidos, não têm material de higiene básico, não têm água nas torneiras.  e…

 

 nós cidadãos, se sonegamos impostos, somos punidos. mas, não são punidos os administradores municipais e/ou estaduais ou federais que não aplicam devidamente os impostos recolhidos.

 

Buraco na Av. Sen. Rui Palmeira

 

em Maceió, se investigássemos o IPVA recolhido nos últimos 20 anos, nesta cidade que é uma das que têm o maior número de veículos per capita, ficaríamos estarrecidos com o abismo entre o dinheiro recolhido e o dinheiro devidamente aplicado.

 

se um de nós comete estelionato, é preso. mas, os políticos cometem-no constantemente. o estelionato é institucionalizado, e motivo para riso, em vez de provocar indignação.

 

Riacho Salgadinho, para cujo tratamento (?) a administração (?) de Kátia Born gastou uma fortuna

 

por que não é impugnada a candidatura daquele que promete o impossível, ou punido o político que trai a plataforma eleitoral ou mente descaradamente?

 

 algumas pessoas estão temendo participar das manifestações, num medo de serem manipuladas por partidos políticos que estariam orquestrando esses eventos, apenas planejando serem eles a tomar o poder que agora é do outro. mas, talvez o povo esteja mais maduro e consiga usar isso a seu favor.

 

Manifestação em São Paulo

Manifestação em São Paulo

 

seríamos maduros se não apenas caíssemos na ladainha do “fora você que está no poder”, mas se cobrássemos uma reforma geral, com mudanças nas leis eleitorais, na mudança do fato de os políticos terem a liberdade de legislar em favor próprio, na queda das regalias dos políticos, na instituição do “político como representante a serviço”.

 

 

 

não são apenas uns centavos. é um grito há muito engasgado.

são os ratos roendo e ruindo a estrutura. por décadas mantidos sob domínio, no subterrâneo, em condições adversas, comendo das migalhas que caem das mesas dos soberanos, eles sobem à superfície.

 

Manifestação no Rio de Janeiro

 

Que século, meu Deus! – exclamaram os ratos e começaram a roer o edifício.” (Carlos Drummond de Andrade).

AnonymousBrasil

 

Manifestação em Maceió

Manifestação em Maceió

 

Eleições Municipais ou o Estelionato Institucionalizado

Maceió em caos – trânsito, manguezais (um banquete de um lambendo o rabo do outro). E rogos de pragas e maldições

Alagoas : Que intervenção queremos? De que intervenção precisamos?

Tortura / Torturas

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: