Início > Sem categoria > Natal : Ostranenie

Natal : Ostranenie

Que um homem, sendo Deus, ressuscite após a morte, não me causa tanta comoção quanto Deus, fazendo-se homem, vir frágil como todos nós, sofrendo nossas contingências. Um Deus que é pequeno e indefeso; que chora, caga, sua, alimenta-se, santifica todos os nossos gestos.

Que Ele esteja lá-onde-não-vejo, não me comove tanto quanto saber que Ele caminhou por aqui.

Um dia, na História, Ele mesmo veio e andou por entre ela, transfigurando-a, trazendo para ela o verdadeiro estranhamento, que então dá-se, de algum modo, a conhecer. O Santo Santo Santo, o Kadosh, o Inteiramente Outro toma nossa forma.

Na História, a Ostranenie.

bebê

Missa de Angelis

Canto Gregoriano: Missa de Angelis, Pronúncia do Latim, Tons salmódicos.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: