Início > Sem categoria > -Boa noite, John Boy -Boa noite, Mary Ellen : Os Waltons

-Boa noite, John Boy -Boa noite, Mary Ellen : Os Waltons

Em 1976, eu tinha 06 anos de idade, estreava no Brasil um seriado de que me lembro com carinho: Os Waltons.  Não me lembro dos episódios, mas tenho na memória afetiva as personagens.

Os Waltons

Os episódios eram narrados por John Boy, o protagonista, que já na abertura de cada episódio surge à janela, escrevendo; ele é o observador de tudo e nossa ligação com aquele mundo. O tema de abertura era muito bonito. A abertura era muito bonita. Para assistir a ela, clique aqui.

Um episódio me marcou; um em que havia rasgos de sobrenatural: a menina mais nova entrava na puberdade, e isso alterava o mundo em seu redor. Coisas estranhas aconteciam. Nesse dia, assisti às cenas com medo, pois eram mesmo algo de terror. E ao fim, se não me engano, vinha a primeira menstruação da personagem: Elizabeth Walton.

Elizabeth Walton (Kami Cotler)

Só me lembro desse episódio em especial, porque eu sempre gostei de filmes de terror (ainda gosto, apesar de mesmo agora cobrir os olhos nos momentos cruciais).

Aqui, retiradas de um site sobre o seriado, informações sobre esse episódio (caramba, isso foi na 7ª temporada):

The special Halloween episode The Changeling would have been more credible if the ghostly events spooking the household weren’t shown explicitly, and the viewer themselves left to guess whether they are: (1) indeed genuine, or (2) a plea for attention from Elizabeth, or perhaps (3) a prank by the boys. As we actually see the supernatural happenings, the audience can only assume they are genuine poltergeist activity (!) making this the strangest and most offbeat episode in the entire Waltons canon.

The Changeling

Episode # 7.05 (147)
Written by Robert Pirosh
Directed by Lawrence Dobkin
Music by Alexander Courage
Broadcast October 26, 1978 (CBS)

With: Joe Conley (Ike Godsey), Ronnie Claire Edwards (Corabeth Godsey). Guest Starring: Rachel Longaker (Aimee). Featuring: Russ Marin (Mr. Larkin), Patrick Gorman (Denby), John Perryman (Telephone Repairman), Kathy Ritzke (1st Girl), Kelly Louise Lynn (2nd Girl), Michael andMarshall Reed (John Curtis).

Elizabeth’s 13th birthday coincides with spooky events no one can explain. Jason becomes an “agony uncle” on the radio.

Elizabeth and things that go bump in the night

Strange happenings center on Elizabeth

Os Waltons era exibido nas tardes de sábado. Não me lembro se era nessa série que eu via os homens com chapéus de pele de castor. Acho que não; acho que isso era em outra série: Os Pioneiros. Ou em nenhuma das duas, mas em algum filme. Realmente, não me lembro.

Me lembro de que assistir a Os Waltons era delicioso, e que era uma ótima galeria de personagens (aqui, com descrições retiradas do verbete sobre o seriado na Wikipédia):

John-Boy (Richard Thomas)

John Walton, Jr., melhor conhecido como “John Boy”, é o filho mais velho dos sete filhos do casal John e Olivia. John Boy é um rapaz do campo e também um escritor e pensador, que escreve sobre sua família, amigos e as circunstâncias em torno deles. Geralmente dócil e um pouco quieto, John Boy revela por vezes possuir o mesmo temperamento do seu pai. Em várias ocasiões ele fica na defensiva ou frustrado. John Boy é muito conhecido por escrever em revistas e jornais. John Boy é tido como o protagonista da série, geralmente quem abre e fecha os episódios, narrados ao estilo de “flashback”. Anos depois, ele se muda para Nova Iorque, se alista no exército e tem seus planos mudados. Em A Walton Wedding, ele se casa com uma amiga escritora, Janet.

John Walton (Ralph Waite)

O patriarca da família, John é um trabalhador dono de uma serraria de uma comunidade tipicamente rural. Normalmente ele é mostrado com um bom e sábio homem, mas é também teimoso, impetuoso e sempre pronto para um novo desafio. Ele é um soldado veterano da I Guerra Mundial. As vezes mostrado como da religião Batista, John não é sempre muito religioso, em contraste com a sua esposa Olívia.

Olivia Walton (Michael Learned)

Enquanto John é o marido participativo e incisivo, Olivia é calma, paciente e esposa amorosa. Ela é de natureza gentil (disciplinadora quando preciso), e, como a vovó, uma devota da Igreja Batista, envolvida com atividades da Igreja. Por isso Olívia é sempre a primeira pessoa que motiva os outros a ajudar estranhos e amigos em dificuldades. No episódio piloto, as análises são feitas mais do pai do que dela.

Vovô Walton (Will Geer)

Vovô Walton (apelidado de “Zeb”, como é chamado pela esposa Esther) passa seus dias ajudando John na serraria, ou então a pescar, cochilar ou ensinar e brincar com as crianças. Ainda trabalhando como seu filho, o Vovô é muito ativo, com uma personalidade vibrante e sábia. Veterano da Guerra com a Espanha (assim como o ator Will Geer na vida real), é um botânico amador. Ele morreu na temporada 6, em função do falecimento do ator Will Geer. Assim como Geer e Martha Corrinne, a morte dos atores levou ao mesmo destino os respectivos personagens na série, não sendo substituídos por outros.

Vovó Walton (Ellen Corby)

A vovó tem um temperamento forte e sempre briga pelo que acha certo. Assim como seu marido, ela também serve de conselheira para a família e os amigos. Ficou conhecida pela expressão “Good Lord!” (“Bom Deus!”, geralmente dita em momentos de surpresa, indignação ou ambos) e “You old fool!” (“Você é um velho tolo!”, quando quer provocar seu marido). Ela é a organista da igreja. Em 1977 a atriz Ellen Corby sofreu um derrame, que passou para a história da personagem da Vovó. Ela deixou de ser um personagem recorrente depois da última metade da quinta temporada.

Jason (John Walmsley)

Jason é o segundo filho mais velho, um introvertido músico que passa os dias compondo canções para violão ou piano, algumas apresentadas no programa. No começo da terceira temporada, Jason entra para o Conservatório Musical de Kleinberg para aprender teoria muical e composição. Na temporada seguinte ele arruma um emprego como músico do bar local chamado Dew Drop Inn. Na quinta temporada, Jason entra para a Guarda Nacional Americana.

Mary Ellen (Judy Norton Taylor)

Mary Ellen é a terceira e a filha mais velha na linha por idade. Nas primeiras temporadas, ela é mostrada rebelde, imatura e um pouco masculinizada. David Doremus entra para a série como seu namorado “G.W.” Haines. No início ela mantinha uma rivalidade com a garota rica da cidade, Martharose Coverdale, que disputava G.W. com ela. Na quinta temporada ela se casou com Curt Willard, o novo médico que veio para a cidade. Com seu casamento com Curt, ela perdeu algumas de suas características iniciais e se tornou mais madura. Na última temporada ela é vista com o professor de faculdade chamado “Jonesy”.

Erin (Mary Elizabeth McDonough)

Erin é muito próxima de sua irmã Mary Ellen. Erin é considerada a mais bonita da família, mas não gosta muito de estudar. Ela se apaixonou muitas vezes. Deixou a família para trabalhar para a senhora Fanny Tatum como telefonista na temporada 5, e mais tarde terminou seus estudos. Depois ela se tornaria secretaria e encontraria Paul Northridge, com quem ela se casa. Paul e Erin depois se divorciaram.

Ben (Eric Scott)

Ben gosta de se meter em encrencas e fazer dinheiro fácil, tendo sempre que ser repreendido pelo seu pai. Ele conhece Cindy, com quem tem dois filhos, Virginia e Charlie.

Jim-Bob ( David W. Harper )

James Robert é o mais jovem dos meninos dos Walton, mais conhecido como Jim-Bob. Ele é fascinado por voo e quer ser piloto; contudo, a necessidade de usar óculos prejudica seus sonhos. Depois ele se torna um mecânico de motores e abre sua própria oficina. Ele é proximo da irmã Elizabeth e teve várias namoradas, incluindo a filha adotiva de Ike e Cora Beth, Aimee Godsey. Jim-Bob tinha um irmão gêmeo, Joseph Zebulon Walton, que morreu no nascimento.

Elisabeth (Kami Cotler)

Elizabeth começou na série como uma criança e era adolescente quando a mesma terminou. Ela é muito falante e sensível. Ela é a melhor amiga de Aimee Godsey, e sempre é a escolhida para ser a babá de seus primos.

Elisabeth no colo de John-Boy

A atriz Sissy Spacek chegou a participar de alguns episódios, na primeira e na segunda temporada:

Sarah Jane Simmons (Sissy Spaceck)

Durante muitos anos, eu, à noite, ao ir para casa, despedindo-me de meus amigos, ou mesmo em casa, brincando com meus pais e minhas irmãs na hora de dormir, repetia o que as personagens diziam ao fim de cada episódio. Havia uma conversinha antes, e vinha a despedida:

Nestes sites, há diversas informações sobre o seriado:

Wikipédia;

Tv Séries;

Waltons (com a descrição de todas as temporadas e todos os episódios);

Bacia das Almas (sobre o período histórico em que se passa o seriado);

O Baú do Edu (site sobre seriados em geral);

A Feiticeira;

Retrô TV;

Por onde andam os Waltons?

Era um seriado muito bonito. Não havia como não se identificar com alguma de suas personagens. Ali, naquela família, naquele microcosmo, eram tratados temas que diziam respeito a todos nós, a qualquer família, em qualquer época, em qualquer lugar.

Anúncios
  1. marli andrade
    17/02/2013 às 21:37

    que saudades ! adoraria que voltasse a passar !

    • niltonresende
      19/02/2013 às 08:19

      sim, marli, eu também gostaria.
      essa série era maravilhosa

      =] .

  2. Claudio Lima
    10/10/2013 às 22:06

    muito bom!!

    • niltonresende
      16/11/2013 às 23:53

      essa série era boa demais

      =].. marcou época.

  3. Mirna Heckler Braff
    10/01/2014 às 10:27

    Que maravilha recordar dessas séries… marcaram época… pena que meus filhos não tenham esses seriados para assistir… tão puros e inocentes!!!!

    • niltonresende
      10/01/2014 às 11:49

      é, mirna.
      e tanto eram boas, que ficaram gravadas na nossa memória.

      obrigado pela visita =] .

  4. 14/02/2014 às 10:37

    Realmente é uma pena não termos mais seriados lindos como esses,e que realmente acrescentava algo em nossas vidas – Agora e fazenda /BBBB e outros lixos de programação a fora !!!!!!!!!!

  5. IVANIR ROGERIO GIRARDELLO
    22/02/2014 às 22:03

    Jamais esquecerei este seriado.saudades desta linda familia,

    • niltonresende
      10/07/2014 às 22:42

      é, dá saudades.

  6. 13/05/2014 às 13:54

    Acho que o seriado de homens com chapéus de pele de castor que você mencionou, pode ser Daniel Boone…. Os Waltons marcaram minha infância também, quantos seriados legais passavam naquele tempo!!!

    • niltonresende
      10/07/2014 às 22:43

      isso, sally: daniel boone.
      e os waltons marcaram muitos de nós =] .

  7. Rosaly
    10/07/2014 às 22:40

    O nome da série dos chapéus de pele de castor era Daniel Boon (não sei se a grafia está correta). Também era uma boa série. Ahhhh … muito legal lembrar da família Walton. As tardes de sábado eram bem diferentes.

    • niltonresende
      10/07/2014 às 22:44

      sim, rosaly, daniel boone.
      e como as tardes de sábado eram boas, hein! eram boas demais.

  8. 15/07/2014 às 20:51

    Estou muito contente por rever estes fimes que fizeram parte de minha vida ,muitos de minha adolescencia .é sentir um vigor como gostaria que um canal aberto se delicasse a estas recordaço~es pois muitos não tem canalprivado ou siquer internete .Bom mas valeué um balsamo para continuar a lutar.

  9. juliana
    18/11/2014 às 08:27

    nossa adorava, era pequena também, mas lembro alguma coisa, família linda, aahhh que saudades, snif, snif,snif

  10. Carlos André
    22/11/2014 às 13:13

    Olá amigos, essa série passa na Rede Brasil (canal 371 da Sky)aos sábados 21hs, não perco um só episódio, porque quanto passava naquela época, só tinha tv na rodoviaria da minha cidadezinha! Abcs

    • niltonresende
      22/11/2014 às 15:24

      carlos, que notícia ótima
      =] . obrigado por dividi-la conosco.

      abração.

  11. ricardo
    13/01/2015 às 00:04

    saudades das tardes dos anos 80

    • niltonresende
      13/01/2015 às 13:11

      pois é, ricardo =] .

  12. 30/01/2015 às 11:01

    foram tardes inesqueciveis,vivi esta utopia epica e tenho saudades.

    • niltonresende
      26/02/2015 às 20:54

      Alexandro, nem gosto de ver o vídeo com a abertura. Bate uma saudade danada.
      Aí, junto com a saudade, vêm a infância, a família…
      Só nostalgia.

      Abraço. Grato pela visita.

  13. CLEONICE PIZOLITO
    15/04/2015 às 00:22

    QUE DELICIA RELEMBRAR ,FIQUEM EMOCIONADA, EM OUVIR COMO ERA O TERMINO DO FILME. BOA NOITE….. MARAVILHOSO.

    • niltonresende
      02/06/2015 às 01:55

      Que bom =]]] .

  14. Derlene Hermenegildo
    05/05/2015 às 16:44

    Atualmente assisto pelo canal 175 da Sky aos sábados às 21:00. Bate uma saudade muito grande, pois me lembro de minha adolescência, ainda com meus pais vivos! Recordações boas com a família reunida. Saudades! Muitas Saudades!

    • niltonresende
      02/06/2015 às 01:54

      Ah, eu não sabia que estava passando. que ótimo =] .
      Obrigado pela notícia.

  15. Celso Vasconcellos
    11/08/2015 às 21:09

    A Rede Brasil de Televisão mudou o horário dos Waltons para sábados as 22:00 h.

    • niltonresende
      28/02/2016 às 22:24

      Apenas agora comecei a ter a Rede Brasil aqui em casa. Vou procurar me informar se a série ainda passa. Obrigado, Celso.

  16. deise cevolo
    13/09/2015 às 18:44

    Saudades , passou um filme na minha cabeca. O netflix poderia trazer essa série para nossos filhos ver. Programação de família. Fica aí a dica para a netflix.

    • niltonresende
      28/02/2016 às 22:23

      Verdade, Deise, Netflix poderia ter umas séries do tipo vintage. Seria uma maravilha. Que tal uma campanha hehe?

  17. Cl.
    17/10/2015 às 23:26

    Olá… acabo de assistir a mais um episodio “The waltons” e como sempre faço, vim buscar alguma informação sobre a série e gostei de ter encontrado esta matéria. Muito boa! . Atualmente a Rede Brasil está reprisando todas as séries antigas, inclusive Daniel Boon, o homem que usava um chapéu feito com pelo de Castor.

    • niltonresende
      28/02/2016 às 22:22

      Sim, esse nome: Daniel Boon. Que massa, obrigado pela informação.

  18. vania
    03/01/2016 às 20:35

    Nóssa voltei ao tempo, foi como se fosse hoje.. eu só tinha seis anos..e me recordo de tudo…sem palavras …só emocionada

    • niltonresende
      28/02/2016 às 22:21

      Que série mais linda, hein, Vania? Me emociono também quando vejo cenas ou ouço o tema musical.

  19. Rosy Lopes
    28/02/2016 às 22:12

    Ownnn.. Eu era bem pequena quando passava esse seriado e eu amava. Lembro do boa noite da família. Meu filho tem oito anos, e as vezes eu e meu marido brincamos com ele na hora de dormir, dizendo “boa noite John Boy”, e ele responde “boa noite Mary Ellen”. E nós damos risadas. Muito bom.

    • niltonresende
      28/02/2016 às 22:21

      Verdade, Rosy, essa série marcou muito, marcou todos nós.

  20. Juliana de morais
    09/04/2016 às 18:20

    Foi o melhor enlatado americano. Eu me minha família gostávamos muito. Todos nos reuniamos para ver o seriado – muita saudade.

    • niltonresende
      01/05/2016 às 21:51

      oh, era lindo demais, juliana. lindo demais =] .

  21. judite moro carraro
    07/05/2016 às 23:19

    Tenho muita saudade do seriado dos Waltons, gostaria de saber se ainda passa em algum canal de televisão, se alguém souber me avizem, Obrigada

  22. Paulo
    06/08/2016 às 09:13

    Hoje, sábado, dia 06/08/2016, 08h59′, manhã de céu claro, calmo, silêncio, estou assistindo, pela Rede Brasil de Televisão, ao episódio ” O bezerro” ( The Waltons )…Maravilhoso ! Lembro de ter assistido em meados dos anos 70 a este episódio também, não perdia um episódio, e vem à memória a lembrança de meus irmãos e primos, tios, pais, amigos da época, todos crianças e cheios de sonhos, todos assistindo juntos.. !..Agora, revendo novamente depois de tanto tempo, até o cheiro do café fresco desta manhã parece com o cheiro do café fresco daquelas tardes tão distantes….Abraços !

    • niltonresende
      06/08/2016 às 23:53

      ah, paulo, que lembrança boa.
      confesso que tenho receio de assistir a algum episódio, e de repente ficar com uma nostalgia tão grande que me dê tristeza.

      abraço. obrigado pela visita e pelo comentário.

  23. Vitória Fátima
    07/01/2017 às 18:28

    Tbm assisti um episódio na Rede Brasil de televisão, mas n passou mais, ou passa em horario que n estou, sabe me dizer qual horário que passa ? gosto mto , me dxa mto feliz assistir, relembrar e sentir o verdadeiro valor de Família!

    • niltonresende
      07/01/2017 às 19:16

      oi, vitória, obrigado pela visita ao blog.
      ó, não sei onde a série está passando – infelizmente =[.

      abração.
      feliz ano novo.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: